UOL Notícias Notícias
 

31/03/2010 - 21h15

Exposição a produtos químicos triplicaria risco de câncer de mama (estudo)

A exposição a certos produtos químicos ou contaminantes nos locais de trabalho antes dos 36 anos triplicaria o risco de câncer de mama após a menopausa, afirmou um estudo publicado nesta quinta-feira.

As mulheres com mais risco seriam as que estão em contato frequente no trabalho com fibras sintéticas e produtos derivados de petróleo, segundo a pesquisa, publicada no jornal Occupational and Environmental Medicine, e realizada por uma equipe liderada por France Labrèche, do Instituto de Pesquisas da Saúde Pública da Universidade de Montreal.

Os pesquisadores estudaram os históricos de saúde de 1.169 canadenses afetadas por câncer, de 50 a 75 anos. Quase a metade delas tiveram câncer de mama em 1996 ou 1997, após o início da menopausa. As outras sofriam de outro tipo da doença.

Químicos e especialistas em higiene do trabalho verificaram a exposição de umas e outras a cerca de 300 substâncias durante seu tempo de trabalho.

O estudo, que excluiu outras causas comuns de câncer de mama, mostrou uma importante relação entre vários materiais sintéticos de uso corrente e os níveis de risco, particularmente altos antes dos 36 anos, quando as células dos tecidos mamários são ativas e sensíveis a produtos químicos perigosos.

O risco de câncer de mama foi multiplicado por sete nas mulheres expostas a fibras acrílicas e por dois nas expostas a fibras de nylon.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    0,91
    3,156
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h45

    -1,19
    74.491,12
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host