UOL Notícias Notícias
 

01/04/2010 - 06h43

China reitera "solução pacífica" para questão nuclear iraniana

A China anunciou nesta quinta-feira que continua buscando uma "solução pacífica" para as tensões provocadas pelo programa nuclear iraniano, depois que o governo dos Estados Unidos, partidário de sanções internacionais contra a república islâmica, afirmou que Pequim estava disposto a iniciar "negociações sérias".

"Na questão nuclear iraniana, a China continuará trabalhando a favor de uma solução pacífica", afirmou o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Qin Gang.

"Sempre defendemos uma solução pacífica neste caso, e seguiremos fazendo isto", completou.

Pequim reiterou assim a tradicional posição, um dia depois da embaixadora americana nas Nações Unidas, Susan Rice, ter afirmado que a China aceitara iniciar "negociações sérias" na ONU sobre a questão nuclear iraniana com os demais membros do Grupo 5+1.

A posição da China, único membro do grupo até agora contrário a novas sanções, é essencial para uma resolução de consenson.

O Grupo 5+1 é formado pelos cinco membros do Conselho de Segurança da ONU com direito a veto (EUA, Rússia, China, França e Grã-Bretanha) e pela Alemanha.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h59

    1,21
    3,296
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h01

    -1,85
    61.483,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host