UOL Notícias Notícias
 

03/04/2010 - 14h37

Líder anglicano lamenta declarações sobre igreja católica irlandesa

O líder da comunidade anglicana, o arcebispo de Canterbury Rowan Williams, expressou neste sábado "profunda tristeza e pesar" depois de ter declarado que a igreja católica irlandesa perdeu toda a credibilidade com o escândalo dos padres pedófilos.

Rowan Williams pediu desculpas ao arcebispo católico de Dublin, Diarmuid Martin, "pelas dificuldades que as declarações podem ter provocado".

Mais cedo, o monsenhor Martin se declarou "estupefato" com os comentários do líder anglicano.

"Que uma instituição tão profundamente arraigada na vida de uma sociedade de repente perca toda sua credibilidade não é apenas um problema para a Igreja, é um problema para todos na Irlanda", declarou Williams em uma entrevista que a BBC deve exibir na próxima semana, segundo o jornal The Times.

Na entrevista, Rowan Williams, líder espiritual de 70 milhões de anglicanos em todo o mundo, disse que o escândalo que afeta a igreja da Irlanda é um "traumatismo colossal".

"Durante os períodos difíceis no curso de meus longos anos como arcebispo de Dublin, poucas vezes me senti tão desmoralizado pessoalmente como esta manhã, ao ouvir ao acordar os comentários do arcebispo Williams", respondeu o monsenhor Martin em um comunicado.

"Os comentários equivocados e sem fundamento do arcebispo de Canterbury (...) me deixaram estupefato", completou.

Relatórios oficiais divulgados nos últimos meses destacam que as autoridades da igreja irlandesa esconderam, durante décadas, os abusos sexuais cometidos por padres contra centenas de crianças.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host