UOL Notícias Notícias
 

04/04/2010 - 15h12

Presidente sul-africano pede unidade política após assassinato de extremista

O presidente sul-americano, Jacob Zuma, pediu neste domingo unidade política e responsabilidade aos líderes políticos do país, depois do assassinato de um extremista branco que reavivou os temores de tensões raciais.

"Nós, líderes, devemos unir nossos pedidos de calma no país", declarou o chefe de Estado em um discurso exibido na televisão antes do principal noticiário da noite.

"Devemos todos dar prova de responsabilidade nas declarações que podemos fazer nesse país, um país que trabalha duramente pela reconciliação", completou Zuma.

"Não importa o grupo no qual estamos, devemos refletir antes de fazer declarações em público que vão contra nossos esforços para a construção da nação", completou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host