UOL Notícias Notícias
 

11/04/2010 - 13h01

Médicos mexicanos tentam reconstruir rosto de mulher

Mindi Rodas, uma guatemalteca de 21 anos que teve cortado o rosto pelo marido - atingindo queixo, lábios, nariz e parte da face, e uma equipe de cirurgiões de um hospital mexicano reconstrói suas feições, num complexo processo de enxertos com sua própria pele.

"Meu esposo nunca me batia, foi a primeira vez", disse à AFP no hospital Manuel Gea González da Cidade do México, onde permaneceu desde fevereiro até uma semana atrás, quando recebeu alta alguns dias antes da outra cirurgia.

A agressão - desencadeada por um pedido de pensão para seu filho de quatro anos, feito após seu esposo deixar a casa-, destroçou o rosto e a vida de Mindi.

A jovem, empregada doméstica no povoado de Casillas, no sul guatemalteco, esconde atrás de uma máscara os dentes desnudos devido à falta de lábios. Também se observa um espaço onde antes existia o nariz e o queixo, que se recupera de um enxerto.

Além da face, preenchida artificialmente para esticar a pele utilizada no enxerto, se destacam seus olhos castanhos.

"Me atacou em julho de 2009. Me procurou, queria voltar. Me disse: 'Mindi, eu te amo'", lembra.

Depois, um golpe na cabeça. Perdeu os sentidos por alguns momentos, mas conseguiu ver o esposo pegar uma faca e golpeá-la no rosto. Não satisfeito, colocou sua cabeça em um rio para afogá-la.

Sobreviveu ao brutal ataque. Acordou nua, seu rosto era uma massa ensanguentada. "Pensei que era um pesadelo, mas era real".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,22
    3,148
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    0,64
    65.099,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host