UOL Notícias Notícias
 

12/04/2010 - 13h53

Brasil adverte empresários sobre possíveis sanções dos EUA a negócios com o Irã

O governo brasileiro advertiu seus empresários sobre possíveis sanções administrativas por parte dos Estados Unidos, caso realizem negócios com o Irã, num momento em que missão de 90 empresários do país, chefiada pelo ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, desembarca hoje em Teerã.

"Os Estados Unidos têm uma lei bastante complexa para o comércio externo e, no caso do Irã, há uma série de restrições", declarou Welber Barral, secretário de Comércio Exterior do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, ao jornal econômico Valor.

"Empresas brasileiras, por exemplo, com filial nos Estados Unidos podem não obter permissão do governo americano para abrir outras lojas no país se mantiverem negócios com Teerã", precisou.

A missão comercial brasileira visita, também, Egito e Líbano, para fomentar o comércio e investimentos brasileiros na região.

"Os setores de alimentos e bebidas, em especial, carnes, frutas e sucos estão entre as prioridades", declarou em nota à imprensa Luiz Cláudio Caruso, funcionário do Ministério da Agricultura.

Em 2009, o Brasil teve, em relação ao Irã, balança comercial favorável com exportações de 1,21 bilhões de dólares e importações de 18,9 milhões de dólares, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento.

A missão comercial antecede a visita do presidente brasileiro, Luiz Inacio Lula da Silva, ao Irã, em maio.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h49

    0,25
    3,285
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h59

    1,50
    62.597,28
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host