UOL Notícias Notícias
 

12/04/2010 - 08h50

Cúpula nuclear: Irã rejeita conclusões 'conhecidas de antemão'

O Irã afirmou que não se sentirá de modo algum vinculado aos compromissos conhecidos de antemão da cúpula sobre segurança nuclear que acontece nesta segunda e terça-feira em Washington.

"Os resultados da conferência de Washington são conhecidos de antemão, e nenhuma das conclusões podem resultar vinculantes para os países que não participam nela", afirmou o representante da República Islâmica ante a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Ali Asghar Soltanieh.

Os dirigentes de 50 países e organizações internacionais discutirão em Washington o reforço das medidas contra a proliferação nuclear.

O presidente dos Estados Unidos e anfitrião do encontro, Barack Obama, advertiu neste domingo que a maior ameaça à segurança dos Estados Unidos é a possibilidade de terroristas conseguirem uma arma nuclear.

"A maior ameaça à segurança dos Estados Unidos, a curto, médio e longo prazo é a possibilidade de que uma organização terrorista obtenha uma arma nuclear", disse Obama na véspera da cúpula sobre segurança atômica, em Washington.

"Isto é algo que pode mudar o panorama da segurança deste país e de todo o mundo durante os próximos anos", afirmou ao se reunir com o presidente sul-africano, Jacob Zuma.

"Se alguma vez ocorrer uma explosão (atômica) em Nova York, Londres ou Johanesburgo, as implicações econômicas, políticas e de segurança serão devastadoras".

"E sabemos que organizações como Al-Qaeda estão tratando para obter uma arma nuclear, uma arma de destruição em massa que não terão pudor de utilizar".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host