UOL Notícias Notícias
 

12/04/2010 - 17h37

Exército de Israel nega que irá expulsar palestinos da Cisjordânia

O exército israelense negou nesta segunda-feira ter a intenção de expulsar em massa os palestinos que residem na Cisjordânia a partir da entrada em vigor, na terça-feira, da nova política militar do país, informou um responsável militar.

"Este texto vai, pelo contrário, permitir defender melhor aqueles que são alvo de uma ordem de repatriação, já que prevê a criação de uma comissão judicial diante da qual essas pessoas poderão apelar", afirmou esse responsável, que pediu para não ser identificado.

Segundo ele, a nova política, dirigida contra pessoas que residem ilegalmente na Cisjordânia, "afetará pouca gente".

O jornal Haaretz, assim como uma organização que se opõe à ocupação israelense na Cisjordânia, a Hamoked, informaram no domingo que a nova política do exército que pretende impedir as infiltrações no território ocupado poderá permitir a expulsão ou a prisão de dezenas de milhares de palestinos que moram na Cisjordânia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host