UOL Notícias Notícias
 

12/04/2010 - 08h08

Karzai acusa Otan pela morte de quatro civis

O presidente afegão, Hamid Karzai, acusou nesta segunda-feira as tropas da Otan pela morte de quatro civis ao abrir fogo contra um ônibus que se aproximou de um comboio militar estrangeiro no sul do país.

"Abrir fogo contra um ônibus é contrário aos compromissos da Otan de proteger civis e não se justifica de nenhuma maneira", declarou Karzai, que condenou o ato em um comunicado.

O drama aconteceu nesta segunda-feira em uma rodovia da província de Kandahar, reduto dos talibãs, quando um ônibus civil se aproximou de um comboio da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Os militares estrangeiros abriram fogo em circunstâncias ainda não esclarecidas. Os veículos blindados das forças internacionais circulam com cartazes que advertem contra a aproximação dos automóveis.

O governo da província de Kandahar anunciou o balanço de quatro civis mortos, incluindo uma mulher e uma criança. Outros 18 passageiros do ônibus ficaram feridos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host