UOL Notícias Notícias
 

13/04/2010 - 16h18

Chávez anuncia 13 de abril como dia de "júbilo nacional"

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, decretou nesta terça-feira que 13 de abril será o dia do "Júbilo Nacional", para comemorar seu retorno ao poder depois do golpe de Estado que, em abril de 2002, o manteve fora da presidência por 48 horas.

"Declara-se o 13 de abril como o 'Dia da Milícia Nacional Bolivariana, do Povo Armado e da Revolução de Abril', e dia de Júbilo Nacional", afirma o decreto presidencial publicado nesta terça-feira pelo Diário Oficial.

"É um direito e um dever do povo armado celebrar ativamente o caráter revolucionário e popular do 13 de abril de 2002, para fortalecer a luta revolucionária e consolidar o sonho bolivariano", continua o decreto.

Apesar de a data não ter sido declarada feriado, o texto "exorta" as autoridades públicas e privadas a colaborar para que a cada ano, "o povo venezuelano celebre o gesto heróico do qual foi protagonista".

Chávez sofreu um golpe de Estado militar em 11 de abril de 2002 que o afastou do poder durante dois dias. Cada 13 de abril é comemorado pelo presidente como uma data na qual o povo fez o possível para seu retorno à presidência.

Além disso, foi também nesta data, mas em 2005, que nasceram as milícias, os grupos de voluntários com funções militares que fazem parte desde 2008 das Forças Armadas venezuelanas e cuja missão é "treinar, preparar e organizar o povo para a defesa integral".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host