UOL Notícias Notícias
 

14/04/2010 - 10h28

Autora de "Harry Potter" em campanha contra os conservadores britânicos

A autora da saga de Harry Potter, J.K. Rowling, entrou na campanha política nesta quarta-feira para criticar os conservadores britânicos pela promessa eleitoral de conceder uma dedução fiscal aos casais de baixa renda, marginalizando as casas com mães solteiras.

David Cameron, que espera levar os 'Tories' ao poder nas eleições de 6 de maio, apresentou na terça-feira a promessa que representará uma dedução de 150 libras (230 dólares) anuais para quatro milhões de casais, sob a alegação de que não era tanto uma questão de "dinheiro" e mais de "mensagem".

"Ninguém que tenha experimentado a realidade da pobreza pode dizer 'não é o dinheiro, é a mensagem", escreveu no jornal The Times J.K. Rowling, que antes ficar milionária graças à saga do jovem bruxo passou vários anos de penúria, vivendo apenas com o filho com a ajuda da assistência social.

"Quando invadem seu apartamento para roubar e você não pode pagar um chaveiro, é o dinheiro. Quando te faltam dois pence para comprar uma lata de feijão e seu filho passa fome, é o dinheiro. Quando você pensa em roubar fraldas em uma loja, é o dinheiro", acrescenta a escritora no artigo que tem como título "O programa de uma mãe solteira".

"Se o único conselho prático de Cameron às mulheres que vivem na pobreza, que cuidam sozinhas de seus filhos, é 'casem e entregarei 150 libras' se revela como um completo ignorante da verdadeira situação delas", acrescenta.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,29
    3,167
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h30

    -0,17
    74.318,72
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host