UOL Notícias Notícias
 

15/04/2010 - 06h46

Disparos de armas automáticas durante protesto no sul do Quirguistão

Disparos de armas automáticas foram ouvidos nesta quinta-feira em Osh, sul do Quirguistão, onde se enfrentaram partidários do governo provisório e do presidente deposto Kurmanbek Bakiyev.

Os tiros, que provocaram cenas de pânico, aconteceram no momento em que Bakiyev pretendia discursar para 2.000 simpatizantes, que estavam reunidos a 500 metros de uma manifestação de partidários dp governo interino.

A agência russa Interfax informou que os guardas de Bakiyev, armados com fuzis automáticos, atiraram para o alto.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro russo Vladimir Putin conversou por telefone com Bakiyev, pela primeira vez desde o golpe de Estado, informou o porta-voz do chefe de Governo de Moscou, Dimitri Peskov.

Putin - que era um crítico do regime de Bakiyev - também se reuniu na quarta-feira com Almazbek Atambayev, número dois do governo provisório quirguiz, segundo as agências russas.

Bakiyev foi derrubado no dia 7 de abril após confrontos violentos na capital Bishkek que terminaram com 84 mortos. O presidente deposto fugiu para o sul do país e a oposição formou um governo provisório.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host