UOL Notícias Notícias
 

16/04/2010 - 07h49

Aeroporto de Cracóvia fechado por nuvem de cinzas

O aeroporto de Cracóvia, no sul da Polônia, foi fechado nesta sexta-feira em consequência das nuvens de cinzas procedentes de um vulcão em erupção na Islândia, a dois dias do funeral nacional do presidente Lech Kaczynski nesta cidade.

"O espaço aéreo de Cracóvia permanecerá fechado até próximo aviso", declarou a porta-voz do aeroporto, Justyna Zajaczkowska.

No domingo, Cracóvia receberá quase 80 líderes estrangeiros, entre eles os presidentes americano Barack Obama e russo Dmitri Medvedev, para o funeral do presidente Lech Kaczynski e da esposa, falecidos em 10 de abril em uma catástrofe aérea perto de Smolensk (Rússia).

As autoridades polonesas haviam informado mais cedo que a maior parte do espaço aéreo do país estava fechada, mas que os aeroportos de Cracóvia e Rzeszow, ambos no sul, permaneceriam abertos.

"No contexto do funeral, a perspectiva de dois dias está afastada, no contexto deste fenômeno. Devemos esperar outros elementos. No momento continuamos os preparativos", declarou a porta-voz do aeroporto.

O chefe adjunto do gabinete da presidência, Jacek Sasin, afirmou que o adiamento do funeral era uma "opção séria" em consequência das perturbações do tráfego aéreo.

Mais de 50% dos voos previstos para esta sexta-feira na Europa serão cancelados, segundo o organismo Eurocontrol.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host