UOL Notícias Notícias
 

16/04/2010 - 13h40

Caos por nuvem vulcânica se estende nos céus da Europa

A paralisação do tráfego aéreo se estendia nesta sexta-feira pela Europa e ameaçava se prolongar pelo final de semana, com as nuvens de cinzas expelidas por um vulcão em erupção na Islândia deixando no solo os aviões e milhões de viajantes em todo o mundo.

Após o fechamento de oito espaços aéreos na quinta-feira, devido aos céus tomados de fumaça, o vulcão islandês continua a expelir cinzas, o que obrigou vários países a prolongar a medida: até sábado às 00h00 GMT (21h00 de Brasília) na Dinamarca e no Reino Unido (à exceção de alguns voos na Escócia e na Irlanda do Norte), até as 04H00 GMT (01h000) na Holanda, até as 08H00 GMT (05h00) na Bélgica e até as 15H00 GMT (12h00) na Finlândia.

Outros países, até então poupados, se juntaram à lista: os países bálticos, grande parte da República Tcheca (incluindo Praga), a Áustria e quase toda a Polônia, incluindo a região da Cracóvia (sul), onde um grande número de delegações deve se reunir no domingo para o funeral do presidente Lech Kaczynski, morto em um acidente de avião na Rússia. A cerimônia será realizada como previsto, assegurou a Presidência.

O caos impediu os deslocamentos de milhões de vijantes, em particular no Reino Unido, onde o feriado escolar da Páscoa termina neste final de semana.

"Estamos muito decepcionados (...) Mas é melhor estarmos decepcionados do que mortos!", disse a senhora Cook, de Leicester, bloqueada no aeroporto londrino de Gatwick e impedida de ir com seu marido para Santa Lúcia, nas Antilhas, para seu 30º aniversário de casamento.

Em outras partes da Europa, o tráfego estava fortemente reduzido. Todos os aeroportos do norte da França, entre eles o Roissy-Charles de Gaulle e o Orly, permanecerão fechados até as 18h00 GMT desta sexta-feira (15h00 de Brasília), mas os pousos seriam autorizados até as 14h00 GMT (11h00) nesses aeroportos parisienses.

Na Alemanha, o tráfego foi interrompido em vários aeroportos e, principalmente, em Frankfurt (oeste), terceiro maior da Europa. O aeroporto da capital búlgara Sófia cancelou todos os seus voos.

No total, 60% do tráfego aéreo previsto para esta sexta-feira na Europa deverá ser cancelado, segundo a Organização Europeia para a Segurança da Navegação Aérea, Eurocontrol.

Ironia do destino: o tráfego aéreo islandês era um dos poucos a estar totalmente liberado.

A nuvem de cinzas deverá continuar a perturbar os céus europeus "pelo menos durante as próximas 24 horas", alertou a Eurocontrol. Na Islândia, especialistas advertiram que a erupção poderá durar pelo menos algumas semanas.

Alguns sinais de retorno à normalidade pareciam surgir. Quase todo o espaço aéreo irlandês foi reaberto e o da Suécia roabre progressivamente, assim como na Noruega, mas apenas por um período limitado de seis a doze horas que deverá terminar nesta sexta-feira à tarde.

No Reino Unido, os voos poderão ser autorizados a partir das 18h00 GMT (15h00 de Brasília) no Atlântico Norte, de chegada e saída da Escócia e da Irlanda do Norte.

O caos no Velho Continente afetava outros lugares do mundo. A Eurocontrol indicou que dos 300 voos previstos nesta sexta-feira dos Estados Unidos para a Europa, apenas de 100 a 120 voos puderam ser realizados de manhã.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host