UOL Notícias Notícias
 

16/04/2010 - 16h37

Comandante americano explica retirada de vale do Afeganistão

O chefe das tropas americanas no Afeganistão, general Stanley McChrystal, defendeu nesta sexta-feira sua decisão de retirar suas forças do Vale de Korengal, na fronteira paquistanesa, apesar das proclamações de vitória dos talibãs.

O general americano, que estava em visita a Paris, declarou à imprensa que os soldados americanos foram recebidos com hostilidade pelas tribos independentes do Vale e seriam mais úteis em outros lugares.

"Quando você tem forças limitadas, você sempre envia suas forças para onde você tem o melhor resultado", disse, explicando que a retirada fazia parte de um projeto visando a proteger melhor os civis nas zonas mais populosas.

A decisão tomada nesta semana provocou a preocupação dos aliados afegãos do general McChrystal, alguns deles temendo que os talibãs transformem o Vale em base na fronteira com o Paquistão.

Os soldados americanos lutaram durante cinco anos neste vale, chamado "Vale da Morte", onde perderam 40 homens.

A retirada foi comemorada pelos talibãs.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h29

    -0,56
    3,127
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h40

    -0,03
    75.580,33
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host