UOL Notícias Notícias
 

16/04/2010 - 06h37

Funeral de Kaczynski pode ser adiado por nuvem de cinzas

Adiar o funeral do presidente polonês Lech Kaczynski, previsto para domingo em Cracóvia na presença de muitos chefes de Estado e Governo estrangeiros, é uma "opção séria" em consequência do tráfego aéreo prejudicado na Europa pela nuvem de cinzas vulcânica procedente da Islândia, informou uma fonte do governo da Polônia.

"É uma opção muito séria que devemos examinar, já que se trata de um acontecimento muito importante para a Polônia", declarou à rádio privada RMF FM Jacek Sasin, chefe adjunto do gabinete da presidência.

"Se recebermos a informação de que um pouso é impossível no domingo em Cracóvia para nossos convidados estrangeiros, assim como para os caixões do presidente e de sua esposa, isto vai influenciar o desenvolvimento das cerimônias previstas", afirmou.

Como em quase todo norte da Europa, a maior parte do espaço aéreo polonês permanece fechado nesta sexta-feira pela presença da nuvem de cinzas procedente da Islândia, provocada por uma erupção vulcânica.

O funeral do presidente Kaczynski e da primeira-dama, mortos em 10 de abril em uma catástrofe aérea perto de Smolensk (Rússia), terá a presença de quase 80 delegações estrangeirs, entre elas as dos presidentes americano Barack Obama e russo Dmitri Medvedev.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h29

    -0,25
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h39

    -0,12
    75.895,70
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host