UOL Notícias Notícias
 

17/04/2010 - 18h58

Efeitos da nuvem de cinzas que paralisa a Europa chegam à América

Os efeitos da gigantesca nuvem de cinzas vulcânicas que paralisa o tráfego aéreo na Europa chegaram até a América, onde várias companhias aéreas anularam seus voos e os presidentes do Canadá e dos Estados Unidos cancelaram sua participação no funeral do presidente polonês Lech Kaczynski.

O tráfego aéreo permanecia paralisado no sábado em grande parte da Europa, onde foram cancelados 17.000 voos. As cinzas vulcânicas deixaram em terra milhões de passageiros de todo o mundo e provocaram danos superiores aos desatados pelos atentados de 11 de setembro de 2001, segundo estimativas da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI).

O fechamento dos espaços aéreos europeus também teve seu impacto no outro lado do Atlântico, onde as companhias aéreas americanas cancelaram pelo terceiro dia consecutivo a maioria de seus voos com destino ou procedência da Europa.

Dos 337 voos Estados Unidos-Europa previstos em ambos sentidos pelas companhias americanas, 282 foram cancelados, informou a Associação Americana de Transporte Aéreo (ATA).

No entanto, os aeroportos americanos pareciam não estar tão afetados pela desordem, segundo a ATA e as autoridades aeroportuárias americanas.

Além disso, as companhias Lufthansa, British Airways e Air France cancelaram parte de seus voo da Argentina para a França, Alemanha e Grã-Bretanha.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host