UOL Notícias Notícias
 

19/04/2010 - 14h24

Chávez celebra bicentenário da independênia da Venezuela

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, reuniu seus aliados nesta segunda-feira em Caracas para celebrar o bicentenário da Independência do país, uma festa que começou diante do túmulo de Bolívar e terminará com uma reunião extraordinária da Alba, destinada a analisar os caminhos rumo à "independência definitiva".

Os festejos começaram com uma homenagem ao Libertador Simón Bolívar, durante a qual o presidente Hugo Chávez depositou uma oferenda floral no Panteão Nacional, acompanhado dos presidentes de Cuba, Argentina, Bolívia, Nicarágua e República Dominicana.

Durante a breve homenagem a Bolívar, estavam presentes os presidentes da Argentina, Cristina Kirchner; Cuba, Raúl Castro; Nicarágua, Daniel Ortega; Bolívia, Evo Morales; e República Dominicana, Leonel Fernández. Também estiveram presentes os primeiro-ministros da República Dominicana, Antígua e Barbuda, e São Vicente e Granadinas.

Os dirigentes, mais o presidente do Equador, Rafael Correa, que se uniu mais tarde à celebração, participarão posteriormente de uma cúpula extraordinária da Alternativa Bolivariana para os Povos da América (Alba), a iniciativa de integração regional impulsionada por Venezuela e Cuba, cujo histórico líder, Fidel Castro, é um firme aliado de Chávez.

Na reunião, os presidentes "avaliarão o estado atual da independência no continente (...) frente a tantas agressões permanentes", segundo explicou o chanceler venzuelano, Nicolás Maduro.

Depois da homenagem a Bolívar, iniciou-se uma parada militar no longo Passeio dos Próceres, onde efetivos das Forças Armadas venezuelanas, assim como os corpos de milicianos formados por Chávez, desfilaram diante de milhares de espectadores.

"Nunca mais a Venezuela será colônia ianque nem colônia de ninguém. Chegou a hora de nossa verdadeira independência, 200 anos depois", afirmou o presidente, líder da oposição política aos Estados Unidos na região.

À tarde, os presidentes participarão de uma sessão especial da Assembleia Nacional (Parlamento) para a celebração do bicentenário, onde a principal oradora será a presidente argentina Cristina Kirchner. Posteriormente, será realizada uma reunião de cúpula da Alba.

Em 19 de abril de 1810, foi dado início à luta pela independência da Venezuela com a instalação de uma primeira forma de governo autônomo, em um momento que o rei Fernando VII tinha sido deposto na Espanha pelas tropas napoleônicas.

A independência da Venezuela seria concretizada depois da batalha de Carabobo, em 24 de junho de 1821.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host