UOL Notícias Notícias
 

20/04/2010 - 21h03

Cardeais de Los Angeles e México acusados de pedofilia

Um cidadão mexicano entrou com uma ação nesta terça-feira contra os cardeais católicos da Cidade do México, Norberto Rivera, e de Los Angeles, Roger Mahony, por protegerem um sacerdote com histórico de pedofilia nos anos 80.

A ação apresentada em uma Corte Federal de Los Angeles pelos advogados Jeff Anderson e Anthony DeMarco em nome de um cidadão mexicano não identificado, se dirige ao cardeal americano Roger Mahony, ao cardeal e arcebispo mexicano Norberto Rivera, às dioceses de Los Angeles e de Tehuacán (Puebla, México), e ao ex-padre Nicolás Aguilar, expulso em 2009.

Os juízes da Califórnia negaram duas ações anteriores contra Rivera e Mahony, argumentando que um cidadão mexicano não pode acusar outro mexicano em uma corte americana.

Mas a ação desta terça-feira foi apresentada sob uma nova estratégia legal, baseando-se em uma lei de 1789, que permite processos de violações de Direitos Humanos de estrangeiros contra estrangeiros.

"Segundo informação fidedigna, os acusados, de comum acordo e com o objetivo de ocultar informação e cometer fraude, conspiraram e uniram forças para realizar declarações falsas e ocultar ou não divulgar informação pertinente com relação à conduta sexual ilícita do padre Aguilar", sustenta a ação.

De acordo com este documento, o cardeal Norberto Rivera transferiu o padre Nicolás Aguilar a Los Angeles em 1987, quando já estava a par de vários casos de supostos abusos de menores por parte do sacerdote.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host