UOL Notícias Notícias
 

20/04/2010 - 11h35

Corte de Haia: Uruguai não cumpriu obrigação de informar a Argentina sobre fábrica de celulose

A Corte Internacional de Justiça (CIJ), a Corte de Haia, na Holanda, considerou nesta terça-feira que o Uruguai "não respeitou sua obrigação de informar a Argentina" sobre a construção de fábricas de celulose na região do rio Uruguai, na fronteira entre os dois países, de soberania compartilhada.

A leitura do acórdão foi realizada à tarde.

A Corte de Haia, órgão judicial ligado às Nações Unidas, definiu, assim, uma pendência que durava quatro anos, dividindo Uruguai e Argentina. O conflito sobre a construção, na região do rio Uruguai, afetou o turismo e a economia dos dois países, ligados historicamente.

O tema envolve diretamente o Mercosul, porque o Brasil é acusado pelos dois governos de evitar se posicionar sobre o assunto. Os argentinos afirmam que os uruguaios teriam violado o Estatuto do Rio Uruguai, ao autorizar a construção das fábricas sem consulta prévia ao governo de Buenois Aires.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host