UOL Notícias Notícias
 

24/04/2010 - 12h36

FMI inicia reunião com crise da Grécia como pano de fundo

O pedido da Grécia de uma ajuda de emergência de 45 bilhões de euros (60 bilhões de dólares) para cumprir os pagamentos de sua enorme dívida domina neste sábado o início da reunião dos ministros das Finanças do Fundo Monetário Internacional (FMI) e de presidentes dos bancos centrais em Washington.

O diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, prometeu que o organismo internacional vai se movimentar rapidamente em resposta ao pedido de ajuda que a Grécia formulou na sexta-feira, o primeiro país a fazê-lo na zona do euro.

"Trabalhamos de perto com as autoridades gregas durante algumas semanas sobre a ajuda técnica, e tivemos uma missão em Atenas durante alguns dias, trabalhando com as autoridades e a União Europeia (UE)", disse Strauss-Kahn.

A estabilidade do euro - que na sexta-feira fechou em 1,3384 dólar em Nova York - está em jogo em um momento em que a Grécia enfrenta uma dívida de 300 bilhões de euros e a Europa sai lentamente da recessão.

As divisões dentro do Grupo dos 20 países ricos e desenvolvidos (G20) em relação à aplicação de um imposto mundial aos bancos para recuperar os custos do resgate feito às instituições financeiras também serão debatidas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host