UOL Notícias Notícias
 

24/04/2010 - 08h22

Tragédia do AF447: relatório aponta problemas de manutenção

Um relatório preliminar de analista sobre o acidente do Airbus A330 do voo AF447 Rio de Janeiro-Paris, que terminou com 228 mortos em 1º de junho do ano passado, aponta possíveis problemas de manutenção das sondas de velocidade, mas sem destacá-los como causa da tragédia, informa o jornal francês Libération.

Segundo a publicação, que teve acesso ao documento, os analistas extraíram nove sondas Thales AA, e algumas apresentavam um aspecto externo muito degradado ou razoavelmente degradado. Para os especialistas isto pode ter sido provocado pelo tempo (horas de voo e/ou período transcorrido) desde a última manutenção.

O Libération afirma que isto significa que as sondas podem não ter sido limpas com frequência suficiente.

Em dezembro, o Escritório de Investigações e Análises (BEA), responsável na França por investigar o acidente do A330 da Air France, reafirmou que o mau funcionamento dos sensores do grupo francês Thales era "um dos fatores, mas não pode ser a única causa" da tragédia.

Após o acidente, a Airbus e as autoridades aéreas americanas e europeias ordenaram às companhias aéreas a substituição nos Airbus A330 e A340 das sondas Thales por peças da fabricante americana Goodrich.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host