UOL Notícias Notícias
 

25/04/2010 - 21h20

Chávez: Cuba "ajuda", mas não interfere nas Força Armada venezuelana

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, afirmou este domingo que Cuba "ajuda" a Força Armada da Venezuela, repudiando as denúncias de um general venezuelano da reserva sobre a "intromissão de militares cubanos" em áreas estratégicas e de segurança do Estado.

"É lamentável. Podia ter terminado bem sua carreira, passar a uma aposentadoria digna, (mas) prestou-se (...) ao mesmo discursinho inimigo, o da cubanização da Força Armada", disse Chávez durante seu programa dominical "Alô, Presidente", transmitido pela emissora estatal VTV.

"Que cubanização? Os cubanos estão nos ajudando", reforçou Chávez.

Cercado de generais e oficiais militares, o presidente venezuelano disse que no passado "aqui mandavam os ianques (americanos) e manipulavam segredos que nós não tínhamos".

O general da reserva venezuelano Antonio Rivero denunciou na quinta-feira passada a "intromissão de militares cubanos" na organização da Força Armada venezuelana, em capacitação e treinamento, e na "distribuição de elementos doutrinários militares a níveis de comando e do Estado-maior".

"A inclusão de militares cubanos está além do que deveria ser permitido. Estão na área estratégica, na segurança do Estado", acrescentou.

Segundo Rivero, os cubanos estão presentes ainda nos setores de comunicação, armamento e inteligência, "entre outras áreas vitais de alto nível de segurança do Estado".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h49

    0,39
    3,170
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h51

    0,42
    74.755,85
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host