UOL Notícias Notícias
 

25/04/2010 - 11h02

Grande manifestação contra base americana em Okinawa

Milhares de pessoas exigiram neste domingo em Okinawa a transferência de uma base americana instalada nesta ilha do sul do Japão, um tema que provoca tensões entre os dois países.

Um total de 90.000 pessoas, segundo os organizadores, participaram no protesto em Yomita, perto da base aérea de Kadena, a maior instalação militar americana na região Ásia-Pacífico.

Vários políticos estavam no protesto. Os manifestantes exibiram cartazes com frases como "Não à base!" e "Bases americanas, fora de Okinawa!".

"Queremos que o primeiro-ministro Hatoyama cumpra sua palavra, sobretudo pela base aérea de Futenma", disse o prefeito de Okinawa, Hirokazu Nakaima.

O primeiro-ministro Yukio Hatoyama, que assumiu o cargo em setembro com uma coalizão de centroesquerda, afirmou que desejava que a base aérea de Futenma, na cidade de Ginowan, fosse desocupada, apesar de um acordo Japão-EUA de 2006 que prevê apenas o deslocamento para uma zona menos povoada.

O governo do presidente americano Barack Obama considera o acordo de 2006 a melhor solução.

Metade dos soldados americanos mobilizados no Japão - atualmente 47.000 - desde o fim da Segunda Guerra Mundial estão em Okinawa.

Muitos moradores de Okinawa reclamam dos problemas provocados pela presença militar americana, como o barulho, poluição e os atritos frequentes.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host