UOL Notícias Notícias
 

26/04/2010 - 14h32

Coreia do Sul homenageia vítimas do naufrágio de navio de guerra

O presidente sul-coreano prestou homenagem nesta segunda-feira aos 46 marinheiros mortos no final de março no naufrágio do navio em que estavam, o que poderia ter sido causado por um torpedo norte-coreano.

"A República da Coreia não esquecerá seu sacrifício", escreveu o presidente Lee Myung-bak, em homenagem às vítimas, no livro de condolências instalado num templo perto da prefeitura de Seul.

A Coreia do Sul não acusou oficialmente a Coreia do Norte pelo afundamento da corveta "Cheonan" em 26 de março passado, mas seu ministro da Defesa, Kim Tae-Young, afirmou domingo que um ataque com torpedo fazia parte das causas "mais prováveis" do naufrágio.

O "Cheonan", uma corveta sul-coreana de 1.200 toneladas, naufragou depois de misteriosa explosão que o partiu em dois, causando a morte a 46 tripulantes, perto da disputada fronteira entre as duas Coreias no Mar Amarelo.

O regime comunista de Pyongyang negou qualquer participação no incidente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host