UOL Notícias Notícias
 

26/04/2010 - 16h10

Cúpula da Unasul define estratégias de ajuda a Chile e Haiti

A cúpula de 12 presidentes da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) analisará na Argentina, no dia 4 de maio, estratégias de ajuda ao Haiti e ao Chile, que sofreram sérios terremotos, entre outros temas regionais, informou nesta segunda-feira uma fonte diplomática.

A reunião dos presidentes e seus chanceleres também examinará a situação institucional em Honduras e a eleição de um secretário-geral para o bloco, segundo a fonte.

O governo argentino decidiu que o encontro será realizado em um hotel da pequena localidade de Los Cardales, em plena zona agrícola, a cerca de 65 km a noroeste de Buenos Aires.

A Unasul debaterá a ajuda ao Chile após o terremoto e tsunami sofridos no dia 27 de fevereiro, com centenas de vítimas e danos calculados em 30 bilhões de dólares, após ter aprovado um fundo de 100 milhões de dólares de auxílio ao Haiti, arrasado por um sismo no dia 12 de janeiro.

"Foi solicitada, além disso, uma contribuição do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) de outros 200 milhões de dólares para o Haiti, dependendo ao apoio de cada país", disse à imprensa o embaixador do Equador na Argentina, Wellington Sandoval Córdova, cujo país exerce a presidência rotativa da Unasul.

Sobre a proposta do presidente equatoriano, Rafael Correa, de eleger como secretário o ex-presidente argentino Néstor Kirchner (2003-2007), marido da presidente Cristina Kirchner, o diplomata afirmou esperar "o consenso de todos os países".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host