UOL Notícias Notícias
 

27/04/2010 - 10h10

Celibato dos padres não é tema intocável, diz número dois do Vaticano

O celibato dos sacerdotes católicos não é intocável, mas representa uma tradição positiva, afirmou o número dois do Vaticano, o cardeal Tarcisio Bertone.

"O celibato não é intocável", afirmou o religioso em uma entrevista à televisão pública catalã TV3, antes de acrescentar que "existem igrejas orientais e também católicas que têm padres casados".

Mas o celibato - imposto à maioria dos religiosos católicos - é uma "tradição positiva e frutífera", destacou o secretário de Estado do Vaticano.

"A não-observância do celibato que leva a graves riscos, e tem consequências que, depois, são muito dolorosas e prejudiciais", insistiu o alto prelado em visita oficial à Barcelona, onde participou, no domingo, na cerimônia de beatificação do sacerdote catalão Josep Tous i Soler.

Em uma entrevista ao jornal La Vanguardia, Bertone disse no domingo que a proliferação de escândalos de pedofilia entre os religiosos católicos não tem uma relação direta com o celibato dos padres.

O cardeal Bertone, que se reuniu na véspera, último dia de sua visita a Barcelona, com o rei Juan Carlos, foi protagonista de uma polêmica no início de abril ao relacionar a pedofilia com a homossexualidade.

O Vaticano tentou retificar, destacando que o prelado não falva de caos de pedofilia no clero.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h59

    -0,82
    3,256
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h05

    1,43
    64.128,51
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host