UOL Notícias Notícias
 

28/04/2010 - 17h07

Sandra Bullock adota bebê em meio ao escândalo do divórcio

A atriz Sandra Bullock confirmou seu divórcio de Jesse James após um escândalo de infidelidades e surpreendeu ao apresentar Louis, um menino de 3 meses adotado junto ao então marido, antes de conquistar, em março, o Oscar - considerado um prêmio "maldito" na vida amorosa de várias atrizes.

"Sim, pedi o divórcio", disse a atriz de 45 anos à revista People, utilizada pelas estrelas de Hollywood como o canal oficial para informar sobre suas vidas particulares.

Bullock disse se sentir "triste e assustada", segundo as declarações publicadas no site da revista, que também mostra fotos da estrela de "Speed" com o pequeno Louis Bardo Bullock, um bebê de três meses e meio de Nova Orleans.

Segundo a atriz, o menino chegou à sua família em janeiro e, tanto ela como seu esposo, planejaram guardar o segredo da adoção de seu primeiro filho até depois da entrega do Oscar, no dia 7 de março, quando conquistou a estatueta de Melhor Atriz pelo drama "Um sonho possível".

Posando radiante com o bebê nos braços, a atriz revela que começou o processo de adoção de Louis Bardo Bullock há quatro anos.

"É nada mais nada menos ... perfeito! Não posso descrevê-lo de nenhuma outra forma", disse Bullock à revista sobre o bebê.

Após uma temporada de prêmios, na qual Bullock rompeu sua discrição para confessar aos quatro ventos o amor por seu marido após quase cinco anos de casamento, e dez dias após ter conquistado o Oscar, explodiu nos meios de comunicação o escândalo por vários casos de infidelidade de James; uma de suas amantes, Michelle McGee, concedeu uma entrevista a um tablóide.

O próprio Jesse James terminou por confirmar publicamente suas relações extraconjugais, pediu perdão a Bullock, a seus três filhos de uniões anteriores e se refugiou em um centro de reabilitação.

"Sandy é o amor da minha vida, mas considerando a dor e a devastação que causei, seria egoísta da minha parte não deixá-la ir", disse James à People.

O fim do casamento logo após o Oscar colocou Bullock em uma lista formulada pela imprensa do espetáculo em Hollywood, que enumera como nos últimos 12 anos oito ganhadoras da estatueta romperam com seus maridos após conquistar o maior prêmio do cinema americano.

Um ano após a britânica Kate Winslet ganhar o Oscar em 2009, ela anunciou o fim do casamento com o cineasta Sam Mendes, compartilhando as mesmas páginas da revista que revelavam os detalhes das amantes de Jesse James.

Reese Witherspoon, ganhadora do Oscar em 2005, divorciou-se dois anos depois de Ryan Phillippe; Hillary Swank, vencedora em 1999 e 2005, rompeu seu casamento com Chad Lowe também dois anos após sua última estatueta; Halle Berry, que venceu o Oscar em 2001, divorciou-se do músico Eric Benet 18 meses após a conquista do prêmio.

A lista elaborada por The Envelope, site especializado em entretenimento do jornal Los Angeles Times, começa cronologicamente com Helen Hunt, vencedora do Oscar em 1997 e que menos de dois anos depois se divorciou do também ator Hank Azaria.

A lista inclui romances que pareciam sólidos no momento da cerimônia, como o de Gwyneth Paltrow com Ben Affleck, que romperam após o Oscar conquistado por ela em 1998, e o de Julia Roberts com Benjamin Bratt, que acabou após a atriz conquistar a estatueta em 2000.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h19

    1,05
    3,179
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h28

    -0,99
    67.913,10
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host