UOL Notícias Notícias
 

29/04/2010 - 09h27

Ajuda à Grécia condicionada à aplicação de reformas

A Comissão Europeia indicou nesta quinta-feira que as discussões sobre um pacote de ajuda da Eurozona e do FMI à Grécia estão prestes a ser concluídas, mas que a efetivação depende da aplicação de reformas fiscais e estruturais prometidas por Atenas para reduzir seu déficit.

"Confio que as discussões terminarão nos próximos dias. O resultado será um programa plurianual que levará a um ajuste orçamentário e estrutural importante", indicou o comissário para Assuntos Econômicos, Olli Rehn, em uma declaração à imprensa.

Dirigentes da Comissão, do Banco Central Europeu (BCE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) negociam atualmente em Atenas com o governo grego as reformas em troca das quais se desbloqueará a ajuda.

Rehn advertiu que, ao longo de todo este ano, a Grécia terá que aplicar de maneira efetiva as reformas prometidas para reduzir seu déficit. Uma maneira de tranquilizar a Alemanha, que será o principal contribuinte e está fazendo jogo duro.

"O financiamento para a Grécia em forma de empréstimos coordenados dos Estados membros da zona euro estará condicionada à aplicação das decisões pedidas em cada etapa, para que sejam cumpridas as condições de consolidação orçamentária e de reformas estruturais", acrescentou Rehn.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host