UOL Notícias Notícias
 

29/04/2010 - 18h41

GB: Brown defende a própria experiência como última chance

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, pediu na noite desta quinta-feira aos eleitores que o julguem pelos resultados econômicos obtidos mais que por sua personalidade, durante o último debate transmitido pela televisão local, no qual tentou fazer esquecer a gafe cometida na véspera, a uma semana das eleições legislativas.

Brown não hesitou em fazer alusão a seus pesares de quarta-feira, quando usou o adjetivo "bigot" em inglês, utilizado para descrever comportamentos de intolerância, como xenofobia e racismo, para tratar uma aposentada com a qual acabava de manter um diálogo, esquecendo-se de que seu microfone estava aberto. Depois disso, ele se desculpou muito, indo até a casa da mulher.

O debate aparece, também, como uma última oportunidade para Brown, derrubado nas pesquisas pelos conservadores de David Cameron e pelos liberais-democratas de Nick Clegg.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host