UOL Notícias Notícias
 

30/04/2010 - 18h45

EUA detêm 599 imigrantes condenados por vários crimes

Um total de 599 imigrantes condenados por vários crimes e com antecedentes criminais foram detidos em vários estados do sudeste dos Estados Unidos na maior operação do tipo na região, informou esta sexta-feira a agência de imigração e alfândega (ICE).

A operação maciça se concentrou em imigrantes fugitivos, condenados por crimes cometidos nos Estados Unidos, e foi realizada durante três dias até a noite de quinta-feira em Flórida, Geórgia, Alabama, Luisiana e outros cinco estados do sudeste, além de Porto Rico, estado associado aos Estados Unidos.

Os detidos são 544 homens e 55 mulheres de países latino-americanos, Europa, África e Ásia.

A maior parte dos detidos é de origem latino-americana, na maioria mexicanos (295). Também há 45 hondurenhos, 43 guatemaltecos, 29 dominicanos e 25 salvadorenhos, entre outras nacionalidades, segundo a ICE.

O maior número de detenções ocorreu na região de Miami, com 48. O total na Flórida e em Porto Rico chegou a 258 detenções, acrescentou a fonte.

"Somos uma nação compassiva, com uma orgulhosa história de imigração, mas somos também uma nação governada por leis desenhadas especificamente para proteger os cidadãos e residentes", disse John Morton, diretor da ICE.

Alguns dos detidos já tinham sido deportados e voltaram aos Estados Unidos, informou a agência, que os mandará de volta a seus países de origem.

A operação foi realizada em um momento em que existe um forte debate nos Estados Unidos por uma lei aprovada no estado do Arizona (sul), que considera criminosos os imigrantes que entraram ilegalmente no país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h00

    -0,86
    3,255
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h02

    0,94
    63.821,08
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host