UOL Notícias Notícias
 

03/05/2010 - 12h18

Conselho de ministros alemão adota plano de ajuda à Grécia

O conselho de ministros alemão adotou nesta segunda-feira um projeto de lei que autoriza os fundos destinados à Grécia, primeira etapa do processo que permitirá ativar esta semana a contribuição alemã ao plano de ajuda, do qual participam a zona do euro e o FMI.

A chanceler Angela Merkel havia reunido seus ministros em um conselho de ministros excepcional para validar a lei que permitirá ao banco público KfW emprestar este ano 8,4 bilhões de euros a Atenas. Em 2011 e 2012, 14 bilhões de euros complementares serão concedidos pela Alemanha, principal contribuinte do plano.

A luz verde do governo é o primeiro passo de um procedimento acelerado, pelo qual a câmara baixa do Parlamento examinará esta semana em primeira, segunda e terceira leituras o texto, antes de votá-lo. A câmara alta se reunirá na sexta-feira.

O processo não agrada vários parlamentares, mas o apoio das duas câmaras está assegurado, e a coalizão de conservadores e liberais de Angela Merkel tem maioria em ambas.

A Alemanha, principal contribuinte do plano de ajuda, que totaliza 110 bilhões de euros até 2012, havia se mostrado até pouco tempo muito reticente, a poucos dias de uma eleição regional importante para o governo, que será realizada no dia 9 de maio.

Apesar disso, Merkel acabou apoiando o plano, por considerado que "é a única maneira de garantir a estabilidade do euro".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host