UOL Notícias Notícias
 

03/05/2010 - 20h43

Obama renova sanções contra Síria por mais um ano

O presidente americano, Barack Obama, anunciou nesta segunda-feira a extensão das sanções contra a Síria por mais um ano, após acusar Damasco de apoiar "terroristas" e buscar programas de mísseis e armas de destruição em massa.

A manutenção das sanções ocorre em um momento particularmente delicado nas relações entre Washington e Damasco, após o governo americano acusar a Síria e o Irã de entregarem ao movimento islâmico libanês Hezbollah mísseis e foguetes.

Na mensagem ao Congresso para renovar as sanções, Obama reconhece que o governo sírio obteve "algum progresso" em impedir a entrada de combatentes estrangeiros no vizinho Iraque.

Mas acrescenta que o "apoio contínuo a organizações terroristas e a busca de armas de detruição em massa e programas de mísseis continuam sendo uma ameaça extraordinária para a segurança nacional, a política exterior e a economia dos Estados Unidos".

Obama também convoca a Síria a avançar em temas passíveis de sanções, para que possam ser eliminadas no futuro.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host