UOL Notícias Notícias
 

05/05/2010 - 16h57

Chávez reafirma ausência da Unasul em cúpula da UE

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, reiterou nesta quarta-feira que a maioria dos países da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) não participará da cúpula de países latino-americanos com a União Europeia em Madri caso o presidente hondurenho, Porfirio Lobo, seja convidado.

"Se a Europa insistir em convidar o senhor Lobo, nós da Unasul não vamos, nós não reconhecemos esse governo", disse Chávez a jornalistas em Santo Domingo, onde realiza uma visita de trabalho a seu colega Leonel Fernández.

"Vamos reiterar isso de forma categórica. Nós não estamos pedindo muito, a única coisa que pedimos é que (Manuel) Zelaya, com quem acabo de conversar, seja restituído, com todos seus direitos civis e políticos", declarou o presidente.

Chávez chegou na madrugada de quarta-feira à República Dominicana, vindo de Buenos Aires, onde participou da reunião da Unasul, na qual as nações concordaram em não participar da reunião na Espanha caso Lobo fosse convidado.

"Não é que queremos boicotar" a reunião, afirmou Chávez na saída da cúpula. "Apenas queremos que a Europa reflita", disse.

Em Madri, a presidência da União Europeia, exercida pela Espanha, informou que até agora nenhum presidente latino-americano comunicou oficialmente sua eventual ausência.

Durante a visita à República Dominicana, Chávez reuniu-se com Zelaya, que se encontra exilado em Santo Domingo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,45
    3,141
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,39
    64.684,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host