UOL Notícias Notícias
 

05/05/2010 - 21h12

Potências da ONU se unem por Oriente Médio sem armas atômicas

Os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas anunciaram nesta quarta-feira que trabalharão por um Oriente Médio sem armas nucleares.

"Estamos comprometidos com a total implementação no Oriente Médio da resolução do TNP de 1995 e apoiamos todas as iniciativas com esta finalidade", assinalaram China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Rússia em um comunicado, por ocasião da conferência do Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNP), em Nova York.

O Egito acusou hoje Washington, Londres e Moscou de "nada fazer" para implementar a resolução do TNP de 1995, que envolve Israel, detentora de um arsenal nuclear não declarado.

Cairo lidera a iniciativa de países não alinhados para celebrar, no próximo ano, uma conferência internacional para discutir os meios de livrar o Oriente Médio das armas nucleares.

Os não alinhados também querem que Israel declare oficialmente que possui armas nucleares, e que se integre ao TNP para empreender seu desarmamento.

Israel vincula tais medidas a um acordo de paz no Oriente Médio, posição apoiada pelos Estados Unidos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host