UOL Notícias Notícias
 

06/05/2010 - 06h16

França localiza caixas-pretas do voo AF447 mas não garante recuperação

O ministério francês da Defesa anunciou nesta quinta-feira que as caixas-pretas do Airbus da Air France que fazia o voo Rio-Paris e caiu em 1º de junho de 2009 no Atlântico, com 228 pessoas a bordo, foram localizadas, mas explicou que isto não significa que possam ser recuperadas.

Os especialistas da Marinha francesa puderam determinar uma zona com uma incerteza de três milhas náuticas, ou cinco quilômetros, anunciou o general Christian Baptiste, porta-voz adjunto do ministério da Defesa.

"Isto não significa que vamos encontrar as caixas-pretas, porque elas já não emitem sinal e porque a zona em que se encontram é muito acidentada", explicou imediatamente.

Uma fonte do Escritório de Investigações e Análises (BEA), responsável pelas investigações técnicas da tragédia do voo AF447 que afirmou que a informação precisa ser "verificada e validada por nossas equipes e com nossas equipes nos navios que estão na zona de busca".

"Ao que parece, o ministério da Defesa trabalhou com imagens obtidas durante a primeira etapa das buscas, quando os registros de voo ainda emitiam um sinal", explicou a fonte.

Isto deve ter acontecido entre o início de junho e meados de julho de 2009.

As caixas-pretas, que contêm as informações técnicas e as últimas conversas da tripulação, emite sinal de 30 a 42 dias.

Até o momento, o BEA considera que o mau funcionamento das sondas Pitot (sensores de velocidade) do avião é um dos fatores do acidente, mas as caixas-pretas são essenciais para determinar as causas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host