UOL Notícias Notícias
 

06/05/2010 - 12h15

Piloto dos 'voos da morte' chega à Argentina extraditado da Espanha

O ex-piloto militar Julio Poch, acusado de ter participado nos chamados 'voos da morte' da ditadura argentina (1976-83), chegou na madrugada desta quinta-feira a Buenos Aires extraditado da Espanha.

Poch, 57 anos e acusado de pilotar os aviões de onde eram jogados vivos no mar os opositores sequestrados do centro de extermínio da Escola Mecânica da Armada (ESMA), é acusado, além disso, do desaparecimento da sueca Dagmar Hagelin, as freiras francesas Alice Domón e Leonie Duquet e o jornalista e escritor Rodolfo Walsh.

O acusado será interrogado nesta sexta pela justiça federal, que requisitou sua extradição da Espanha.

Poch, que tem dupla nacionalidade holandesa e argentina, foi detido em setembro passado no aeroporto de Valência (leste da Espanha) quando se dispunha a viajar à Holanda.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h29

    0,73
    3,169
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h33

    -0,69
    68.122,98
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host