UOL Notícias Notícias
 

08/05/2010 - 08h34

Pyongyang reafirma amizade com Pequim e menciona sucessão de Kim

O líder norte-coreano, Kim Jong-Il, garantiu ao colega chinês, Hu Jintao, que os vínculos entre os dois países não sofrerão com uma mudança de geração, informou neste sábado a agência de notícias de Pyongyang KCNA, no momento em que crescem as as especulações sobre a sucessão.

"A longa amizade entre a República Popular Democrática da Coreia (RPDC, Coreia do Norte) e a China permanecerá sem alterações, mesmo com o passar do tempo e a substituição de uma geração por uma nova, pois ela resistiu às tempestades e aos testes da História", declarou Kim Jong-Il segundo a agência oficial KCNA.

A afirmação de Kim após a visita desta semana a China foi feita em um momento de especulações sobre a preferência dele pelo terceiro filho, Jong-Un, para assumir o governo do país.

As declarações de amizade recíproca entre Coreia do Norte e China são frequentes, mas a garantia desta vez acontece em um momento no qual a sucessão tem uma nova dimensão, depois que Kim Jong-Il, 67 anos, sofreu um derrame em agosto de 2008.

"É interessante notar que esta retórica se repete no momentos em que o Norte parece preparar Jong-Un para a sucessão", destaca Kim Yong-Hyun, professor da Universidade de Dongguk, em Seul.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host