UOL Notícias Notícias
 

10/05/2010 - 22h54

Colômbia: ex-dirigentes da DAS são julgados por espionagem

BOGOTÁ, 10 Mai 2010 (AFP) -Cinco ex-altos funcionários do serviço secreto colombiano (DAS) serão julgados por espionar juízes, políticos e jornalistas ligados à oposição, informou nesta segunda-feira a Procuradoria Geral.

Os ex-funcionários deverão responder pelos crimes de formação de quadrilha, prevaricação e abuso da função pública, segundo o Procuradoria.

Os acusados são Fernando Tabares Molina, ex-chefe de Inteligência da DAS; Jorge Alberto Lagos León, ex-diretor de contra-inteligência; Luz Marina Rodríguez Cárdenas, ex-diretora operacional; Gustavo Sierra Prieto, ex-subdiretor de análises; e Bernardo Murillo Cajamarca, ex-chefe da área de combate à corrupção.

O escândalo das escutas ilegais envolvendo a direção do Departamento Administrativo de Segurança (DAS) explodiu no início de 2009 na imprensa colombiana.

O presidente Álvaro Uribe nega qualquer envolvimento no caso, mas alguns implicados afirmam que as ordens para os "grampos" vieram da presidência da República, sem precisar de que funcionário.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h50

    -0,95
    3,151
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h54

    0,47
    70.341,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host