UOL Notícias Notícias
 

11/05/2010 - 08h45

Bento XVI, um especialista no segredo de Fátima

CIUDAD DEL VATICANO, Santa Sé, 11 Mai 2010 (AFP) -O Papa Bento XVI, conhecido como brilhante teólogo e professor universitário, foi o encarregado de explicar teologicamente o terceiro segredo de Fátima, revelado por desejo de seu antecessor João Paulo II há exatamente dez anos.

O Papa alemão concede notável importância ao culto mariano, ou seja, à veneração popular da Virgem Maria, por isso programou uma visita a um dos santuários mais emblemáticos do catolicismo, o de Fátima, em Portugal.

No dia 11 de maio a Igreja católica celebra a primeir aparição, em 1917, da Virgem a três crianças pastoras: Jacinto, Francisco e Lúcia na localidade de Fátima, a 100 km da capital Lisboa.

Segundo a crença católica, a Virgem apareceu outras cinco vezes ao longo de 1917 e, durante essas aparições, realizou várias profecias, recomendações e entregou três mensagens conhecidas como "os segredos de Fátima".

A irmã Lúcia, unica que sobreviveu dos três pequenos pastores e que morreu em 2005, poucos meses antes de João Paulo II, revelou há décadas os dois primeiros segredos: o primero descrevia uma visão do inferno, das guerras que assolaram a Europa, enquanto que o segundo falava de como reconverter o mundo à cristandade.

O texto do terceiro mistério se manteve em segredo por muitos anos e só foi revelado em 2000, precisamente em Fátima.

Segundo o Vaticano, o segredo se referia ao atentado sofrido por João Paulo II em 13 de maio de 1981 na praça de São Pedro, no 64° aniversário da primeira aparição de Fátima, e à luta entre o comunisno ateu e a Igreja no século XX.

As interpretações do então cardeal Joseph Ratzinger, atual Papa, que atuava como prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, foram publicadas em junho de 2000, e excluem que as revelações sejam apocalípticas.

"Que esperava impressionantes revelações sobre o o fim do mundo ou sobre o curso futuro da história deve ficar desiludido. Fátima não nos oferece este tipo de satisfação de nossa curiosidade", escreveu na ocasião.

Para o pontífice, o terceiro segredo é, antes de tudo, um chamado à conversão, à oração e à penitência.

Dez anos depois, Ratzinger regressa a Fátima como o primeiro pontífice alemão da era moderna para prestar homenagem a esse chamamento.

"Sua peregrinação a Fátima se reveste de particular interesse porque o Papa foi o autor desse importante comentário, que é uma reflexão sobre a história do século XX e uma mensagem à Europa. Fátima é um lugar especial, onde o horizonte se amplia", comentou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi.

Desde que iniciou seu pontificado em 2005, Bento XVI multiplicou suas referências à Virgem Maria.

"Ao contrário do que muitos pensam, Bento XVI vê com olhos positivos as demonstrações de fervor popular coo as que ocorrem em Fátima", comentou o vaticanista Sandro Magister.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h19

    -0,09
    3,170
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h27

    0,57
    68.746,74
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host