UOL Notícias Notícias
 

13/05/2010 - 00h17

Bogotá pede a Caracas garantias para colombianos detidos

BOGOTÁ, 12 Mai 2010 (AFP) -O Defensor do Povo da Colômbia, Volmar Pérez, pediu nesta quarta-feira às autoridades da Venezuela que "observem as garantias" legais dos colombianos detidos no território venezuelano.

O defensor disse que há 14 colombianos presos, mas a Venezuela afirma ter detido 19 homens, que portavam armas longas.

"A Guarda Nacional no município de Acevedo, no Estado de Miranda, deteve 14 colombianos sem documentos, ao que parece quando trabalhavam no corte de árvores no setor de Yaguarita", disse Pérez, assinalando que entre os presos há dois menores, de 16 e 17 anos.

A prisão ocorreu na localidade venezuelana de Caucagua e segundo o prefeito local, Juan Aponte, "os detidos podem pertencer a uma célula militar".

O governo do presidente Alvaro Uribe pediu aos colombianos que evitem viajar à Venezuela.

Em abril passado, oito colombianos foram detidos na Venezuela, acusados de espionagem.

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, "congelou" em julho passado as relações com a Colômbia, diante do acordo entre Bogotá e Washington para o uso de bases colombianas por tropas dos Estados Unidos na luta contra o narcotráfico e o terrorismo.

Chávez considera o acordo uma ameaça à Venezuela.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host