UOL Notícias Notícias
 

13/05/2010 - 06h58

Polícia chinesa promete atacar assassinos de crianças

PEQUIM, China, 13 Mai 2010 (AFP) -O ministro chinês para a Polícia prometeu o máximo rigor contra os criminosos que esfaqueiam crianças, após uma série de ataques contra escolas que comoveram o país.

Meng Jianzhu fez a declaração nesta quinta-feira, um dia após o quinto ataque contra uma escola em menos de dois meses, que terminou com sete crianças e dois adultos mortos.

"Devemos atacar os criminosos com o objetivo de que não se atrevam a levantar a mão sobre as crianças", afirmou Meng, segundo o site do ministério.

"Temos que aplicar plenamente nossa política de atacar com força, atacar severamente todos os crimes contra as vidas ou os bens dos professores, os estudantes e as crianças", completou.

Desde 23 de março, 17 pessoas - em sua maioria crianças - morreram e dezenas foram feridas nos cinco ataques, executados por homens armados com facas ou, em um dos casos, com um martelo.

Na quarta-feira, Wu Huanming, 48 anos, utilizou um cutelo para matar sete crianças de menos de cinco anos e dois adultos em um jardim de infância de Shaanxi, norte do país.

Também feriu 11 crianças, duas delas gravemente, antes de cometer suicídio.

O homem, proprietário do terreno em que fica o jardim de infância, estava furioso porque não conseguiu recuperar a propriedade, apesar do contrato de aluguel ter chegado ao fim em abril, segundo os primeiros elementos da investigação.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host