UOL Notícias Notícias
 
14/05/2010 - 07h30 / Atualizada 14/05/2010 - 07h45

Partidários e opositores do governo retomam confrontos no Quirguistão e 20 ficam feridos

Em Bishek

Confrontos voltaram a ser registrados nesta sexta-feira no Quirguistão entre os partidários e os opositores ao governo interino, deixando pelo menos 20 feridos no sul do país, onde foram ouvidos muitos tiros, informa a imprensa de Bishkek.

Sete pessoas foram feridas a tiros em Djalal-Abad, reduto do presidente deposto Kurmanbek Bakiev.

Quase 5.000 pessoas participaram nos confrontos, que incluíram troca de tiros e lançamento de pedras.

Na cidade de Och, outra localidade do sul do país, uma briga foi travada entre 400 partidários do governo interino e os defensores de Bakiev, mas de acordo com a imprensa o governo já retomou o controle da área.

O Quirguistão foi cenário de uma revolução sangrenta em abril na capital Bishkek, que deixou 86 mortos.

A tensão representa um teste para as autoridades provisórias. A chegada ao poder de um governo interino provocou muita desconfiança no sul do país, bastião do presidente deposto Kurbambek Bakiev, atualmente exilado em Belarus.

A estabilidade do país no centro da Ásia é fundamental para os Estados Unidos, que possui no Quirguistão uma base militar muito importante para o deslocamento de tropas no Afeganistão.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h30

    0,09
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h33

    -0,59
    63.705,70
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host