UOL Notícias Notícias
 
16/05/2010 - 10h12 / Atualizada 17/05/2010 - 09h27

Sarkozy agradece ao Brasil, Senegal e Síria pela libertação de professora

Paris, França, 16 Mai 2010 (AFP) -O presidente francês Nicolas Sarkozy agradeceu aos presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, Senegal, Abdoulaye Wade, e Síria, Bachar al Assad, por seu papel ativo na libertação da professora universitária francesa Clotilde Reiss detido no Irã em julho de 2009.

Clotilde Reiss chegou neste domingo a Paris depois de ficar retida durante dez meses em Teerã.

Pela manhã, Reiss foi levada de Teerã para Dubai, onde pegou o avião oficial francês que a levou para um aeroporto militar perto de Paris.

Reiss será recebida por Sarkozy no palácio do Eliseu.

A volta de Clotilde Reiss põe fim a um clima de tensão entre a França e o Irã, que perturbou as relações entre ambos países.

Reiss era acusada pela justiça iraniana de ter participado nas manifestações antigovernamentais de junho de 2009.

Finalmente, no domingo, um tribunal revolucionário a condenou a pagar uma multa e a liberou para viajar para a França.

"O tribunal condenou Reiss a uma multa de 285.000 dólares que ela pagou esta manhã", disse Mohammad-Ali Mahdavi Sabet, advogado da francesa.

Clotilde Reiss estudava na Universidade de Ispahan foi detida por ter transmitido à embaixada francesa fotos da manifestações antigovernamentais que aconteceram na cidade de 15 a 17 de junho de 2009.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,67
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,31
    75.990,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host