UOL Notícias Notícias
 
19/05/2010 - 06h34 / Atualizada 19/05/2010 - 06h36

Irritação dos eleitores afeta líderes tradicionais nas primárias

WASHINGTON, EUA, 18 Mai 2010 (AFP) -Eleitores irritados puniram os candidatos da tendência dominante na terça-feira nas primárias estaduais democrata e republicana, em uma antecipação do que pode acontecer nas eleições legislativas de novembro.

No Kentucky, os republicanos derrubaram o candidato escolhido pelo líder da minoria no Senado, Mitch McConnell, dando uma vitória esmagadora ao favorito do movimento conservador 'Tea Party', Rand Paul.

"O movimento Tea Party é uma mensagem a Washington de que estamos descontentes e de que desejamos que as coisas sejam feitas de outra forma", disse Paul, filho do representante republicano Ron Paul, que aspisou a presidência em 2008.

Na Pensilvânia, o senador Arlen Specter - um moderado que abandonou o Partido Republicano e entrou no Democrata em abril de 2009 - perdeu a chance de buscar um novo mandato, apesar do apoio do presidente Barack Obama.

O vencedor foi o vice-almirante da reserva Joe Sestak.

"As pessoas querem uma mudança. Foi uma vitória para o povo, acima da ordem estabelecida, do status quo, inclusive acima de Washington", declarou o vencedor.

No Arkansas, o senador democrata Blanche Lincoln venceu, de acordo com as projeções, Bill Halter, que era apoioado pelos sindicatos aliados ao partido, mas sem margem suficiente.

As primárias de terça-feira representam um indício para medir o peso de Barack Obama entre os democratas e a eventual ressurreição dos republicanos pelas mãos dos ultraconservadores ativistas do "Tea Party".

O resultado das eleições de novembro afetará a agenda de Obama para a segunda parte de seu mandato.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host