UOL Notícias Notícias
 
20/05/2010 - 13h35 / Atualizada 20/05/2010 - 13h58

Cameron e Clegg apresentam os detalhes de seu histórico acordo de coalizão

LONDRES, Reino Unido, 20 Mai 2010 (AFP) -O novo primeiro-ministro britânico, o conservador David Cameron, e seu número dois, o liberal democrata Nick Clegg, revelaram nesta quinta-feira os detalhes de seu acordo para governar em coalizão, em um documento que ambos classificaram de histórico.

Os dois admitiram que seus partidos tiveram que sacrificar algumas políticas previstas em seus programas, mas se mostraram convencidos do potencial desse casamento de conveniência depois da eleição em 6 de maio passado de um parlamento dominado pelos conservadores, mas sem maioria absoluta.

"Quanto mais falamos, quanto mais ouvimos, mais nos damos conta de que nossas visões para o futuro e os valores que as inspiraram estão fortalecidas e aumentadas pela união dos dois partidos", declarou Cameron.

"Os compromissos fortaleceram, não enfraqueceram o resultado final", acrescentou Clegg.

O acordo de 34 páginas estabelece as políticas que serão realizadas em 31 áreas que vão da economia até a educação, passando pela saúde, liberdades civis e, inclusive, a transparência de governo.

A prioridade mais urgente será a economia e, em particular, a redução do déficit.

No âmbito da Europa, tema de profunda divisão entre os eurocéticos conservadores e os europeístas liberais democratas, o governo se compromete em desempenhar um papel de liderança e se declara partidário de novos ampliações, mas, ao mesmo tempo, anuncia que não transferirá "mais poderes a Bruxelas sem um referendo", e reafirma que não adotará o euro.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h00

    -0,21
    3,269
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h03

    1,46
    62.574,55
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host