UOL Notícias Notícias
 
20/05/2010 - 07h11 / Atualizada 20/05/2010 - 07h23

China condena professor por organizar festas sexuais

Pequim, China, 20 Mai 2010 (AFP) -A justiça da China condenou nesta quinta-feira um professor universitário a três anos e meio de prisão, sob a acusação de ter organizado festas sexuais.

Um total de 19 pessoas foram condenadas. O processo foi marcado por pedidos de mais liberdade sexual no país.

O tribunal de Nankin, leste do país, julgou 22 pessoas - 14 homens e oito mulheres -, mas três se entregaram à justiça e foram liberadas, segundo a agência oficial Xinhua (Nova China).

Ma Yaohai, 53 anos, professor na Universidade de Nankin condenado a três anos e meio de prisão, não se declarou culpado, ao contrário dos outros acusados. Ele afirmou que todos os encontros do grupo incluíram adultos que consentiram com as festas.

Mas o tribunal considerou que a 'conduta licenciosa' em grupo perturbou a ordem pública.

Depois de mais de 30 anos de reformas econômicas e de abertura, a China se afastou muito da sociedade revolucionária puritana imposta pelo maoísmo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host