UOL Notícias Notícias
 
25/05/2010 - 23h01 / Atualizada 25/05/2010 - 23h18

Governo Obama pede imunidade do Papa nos casos de pedofilia nos EUA

WASHINGTON, 25 Mai 2010 (AFP) -O governo de Barack Obama pediu à Suprema Corte dos Estados Unidos que conceda imunidade ao Papa e a outros dirigentes da Igreja Católica nos julgamentos de padres acusados de pedofilia nos Estados Unidos.

O Supremo americano analisa um recurso contra a decisão de uma Corte de Apelações que suprimiu a imunidade do Vaticano no caso de um padre acusado de pedofilia no Oregon.

Os nove juízes do Supremo pediram a opinião do governo Obama, como fazem regularmente nos casos que afetam as relações diplomáticas.

Os juristas da Casa Branca recomendaram ao Supremo que "anule a decisão" da Corte de Apelações.

O Vaticano rejeita qualquer pedido de convocação do Papa Bento XVI ou de seus cardeais para depor nos tribunais americanos.

O caso em questão envolve uma vítima que teria sido abusada sexualmente na década de 60, em Portland, por um padre irlandês já acusado de pedofilia na Irlanda e, posteriormente, em Chicago.

A vítima acusa o Vaticano de não ter expulso ou adotado qualquer outra sanção contra o padre, apesar de ter conhecimento das denúncias de pedofilia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host