UOL Notícias Notícias
 
26/05/2010 - 11h21 / Atualizada 26/05/2010 - 11h41

Empresa de Taiwan toma providências para frear onda de suicídios

Shenzhen, China, 26 Mai 2010 (AFP) -A Foxconn Technology, provedora taiwanesa de componentes para a Apple, tomou nesta quarta-feira várias medidas para enfrentar uma onda de suicídios em sua fábrica do sul da China, como fazer com que seus funcionários se comprometam por escrito a não tirar a própria vida e fazer um tratamento psiquiátrico em caso de necessidade.

A companhia também mandou instalar redes ao redor do edifício para impedir que outros funcionários se joguem pela janela.

Com a morte de um funcionário que se jogou pela janela do prédio da Foxconn em Shenzhen na terça-feira passada, sobe para 10 os suicídios desde janeiro dentro do fabricante de componentes eletrônicos. Outros dois que tentaram se jogar pela janela sofreram apenas graves ferimentos.

O presidente e fundador do grupo, Terry Gou, pediu desculpas pelos suicídios e prometeu fazer de tudo para salvar outras vidas, defendendo, no entanto, a prática de gestão do grupo, atribuindo as ocorrências a problemas pessoais dos funcionários.

A Apple, que prepara o lançamento mundial de seu iPad, indicou que está avaliando os esforços iniciados pela Foxconn para evitar um novo suicídio, mas ne negou a indicar se o tablet é montado na fábrica chinesa que já monta o iPhone.

Para os grupos de defesa dos trabalhadores, a dramática série de suicídios nas fábricas do grupo taiwanês reflete as difíceis condições de vida de milhões de operários na China.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host