UOL Notícias Notícias
 
26/05/2010 - 08h00 / Atualizada 26/05/2010 - 08h13

Kuwait: confirmada a pena capital para mulher matou 57 ao incendiar barraca

Kuwait, Kuwait, 26 Mai 2010 (AFP) -O tribunal de apelação confirmou nesta quarta-feira a condenação à morte de uma kuwaitiana que ateou fogo a uma barrca em que seu marido celebrava seu segundo casamento, causando a morte de 57 mulheres e crianças.

"Estamos convencidos de que a sentença é muito dura. Vamos levar o caso ao Supremo Tribunal", afirmou o advogado de defesa, Zaid al Khabbaz.

Um tribunal condenou em primeira instância em março passado Nasra Mohamad al Enezi, de 23 anos, à pena pena capital por "assassinato com premeditação".

A mulher sempre se declarou culpada.

Em 15 de agosto de 2009, a jove, aparentemente por ciúme, ateou fogo a uma barraca na qual se encontravam os convidados para o segundo casamento de seu marido, o que permitido no Islã.

Se a sentença for confirmada pela Suprema Corte, será a primeira mulher do Kuwait a ser executada no emirado. Mulheres de outras nacionalidades já foram enforcadas na região no passado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h30

    0,09
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h36

    -0,57
    63.718,39
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host